Edição de 23-10-2014
Pesquisa:
História do Calçado

Arquivo: Edição de 24-03-2011

SECÇÃO: In Society


Basquetebolista da seleção na clínica do Dr. João Guimarães

Dr. João Guimarães, Carlos Fontes e Dr.ª Carla Ferreira
Dr. João Guimarães, Carlos Fontes e Dr.ª Carla Ferreira
O basquetebolista Carlos Fontes, de 16 anos, foi examinado esta semana ao coração na clínica do Dr. João Guimarães. O atleta do Futebol Clube do Porto (FCP) e da Seleção Portuguesa de Basquetebol está em S. João da Madeira desde o ano passado a frequentar um estágio no Centro Nacional de Treino Paulo Pinto, que acaba no final da época. A pedido do clube da Invicta, deslocou-se na última quarta-feira à Clínica de Cardiologia do Dr. João Guimarães, junto ao Centro de Saúde, para fazer um eletrocardiograma.

A ligação do cardiologista à medicina desportiva, área onde detém um mestrado, remonta aos anos em que trabalhou no Centro de Medicina Desportiva do Porto, entre 1998 e 2003. “Fazíamos mais a modalidade de ciclismo que, ao nível clínico, é mais rigorosa do que o basquetebol. Todos os anos tínhamos que entregar à federação um dossiê médico completo do atleta”.

foto
Ultimamente, João Guimarães tem-se dedicado mais à parte clínica, embora tenha examinado recentemente alguns atletas seniores do FCP. “Tínhamos que examinar muitos atletas para encontrar uma patologia. No Centro de Medicina Desportiva, só dois a três atletas por mês eram considerados inaptos para a prática desportiva”, justifica.

No caso de Carlos Fontes, não foi encontrada qualquer anomalia, mas o cardiologista avisa que há muitas patologias indetetáveis que acabam por provocar, em algumas situações, mortes súbitas. Foi este o caso do jogador sanjoanense de basquetebol Paulo Pinto. “Temos que viver com essa angústia”, confessa o médico. “O que estudamos é a probabilidade”, acrescenta.

Embora viva no Porto, Carlos Fontes tem estado a residir em S. João da Madeira e a frequentar a Escola Secundária João da Silva Correia. A experiência é imposta pelo estágio no Centro Nacional de Treino Paulo Pinto e não é fácil para o jogador, como reconhece ao labor. Atingido o limite de idade para participar neste estágio, o basquetebolista regressa ao concelho de residência (Porto) ainda este ano, podendo vir a ser chamado pela seleção para um novo estágio, desta vez, no Jamor.

Diga o que pensa sobre este texto. O seu comentário será publicado online após aprovação da redacção.

GosteiConcordo
Comentários
NomeEmail
Código de VerificaçãoInsira os algarismos da figura
 
Assinaturas | Ficha Técnica | Editais | Classificados | Farmácias | Agenda | Tempo | Inquéritos | Fórum | RSS RSS | Úteis | Contactos
©2007 Jornal Labor | Email: geral@labor.pt | Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários ao site: webmaster@domdigital.pt